segunda-feira, 4 de maio de 2020

PROTUBERÂNCIA FUNDO CÔNCAVO DA GARRAFA DE VINHO

(4.525) O Restauranter:

PROTUBERÂNCIA FUNDO CÔNCAVO DA GARRAFA DE VINHOgarrafas de vinho

TEORIAS CURIOSAS SOBRE O FUNDO DA GARRAFA
  1. Garrafas mais resistentes - Evitar que ela estoure.
  2. Garrafas mais anatômicas - Facilitar no momento de servir.
  3. Garrafas mais fáceis de armazenar- Facilitar o giro da garrafa (champagne) encaixe bico/fundo.
  4. Garrafas mais fáceis de armazenar - Facilitar o empilhamento nas caves.
  5. Garrafas com apelo comercial - Atender aos objetivos de marketing.
  6. Garrafas que retem os sedimentos causados pelo potencial de guarda do vinho.
  7. Garrafas mais fáceis de gelar - Gelos entram em maior contato dentro da concavidade.
  8. Garrafas mais estáveis - Inicialmente através do sopro elas eram moldadas através do punt.

Por muito tempo, acreditou-se que o furo no fundo da garrafa estava diretamente relacionado à qualidade do vinho. Quanto mais côncavo, melhor seria a bebida engarrafada.

Na verdade, não se sabe ao certo o que significa o fundo das garrafas de vinho, porém acredita-se que sua principal função é armazenar os sedimentos que são gerados com o tempo. Dessa forma, os rótulos mais estruturados costumam ter uma reentrância profunda, pois têm maior potencial de guarda.

Além disso, muitas vinícolas usam o tamanho do fundo como forma de padronizar os produtos e facilitar a escolha do consumidor. Se um mesmo produtor faz vinhos reservado, reserva e gran reserva, é provável que a concavidade seja um pouco maior a cada garrafa.

PROTUBERÂNCIA FUNDO CÔNCAVO DA GARRAFA DE VINHO
fabricacao-de-garrafa-sopro
Fabricação de garrafas através da técnica do sopro.

A explicação mais aceita para a existência da cavidade no fundo é que ela tenha sido formada, originalmente, quando as garrafas ainda eram feitas com a técnica de sopro do vidro quente. Enquanto alguém soprava e trabalhava a massa de vidro, a peça era segurada por um pontil – uma haste de metal de formato convexo – pela base e isso então criava a reentrância.

Não se sabe se essa cavidade tinha alguma função específica na época, além de ser apenas resultado da forma como o vidro era trabalhado. No entanto, há quem cogite a hipótese de que essa reentrância ajudaria as garrafas antigas, cujos formatos podiam variar bastante, a ficarem de pé. Apesar disso, nesta mesma linha, há uma teoria um pouco mais crível, de que essa cavidade era feita para aumentar a capacidade do vidro de suportar a pressão interna do líquido.

Ou seja, nesse sentido, quem teria “inventado” essa concavidade no fundo das garrafas teria sido os espumantes, talvez os Champagnes tão apreciados pelos ingleses, que foram os primeiros a desenvolver garrafas de vidro em escala comercial. Assim, a cavidade serviria para aumentar a resistência do vidro, graças ao aumento da superfície de contato da bebida sob pressão. Isso também diminuiria a ressonância do vidro e, portanto, a chance de quebra durante o transporte.

Restauranter

“Mauricio Goulart Ferreira mora em Palmas-TO desde 2000, Administrador com Pós Graduação em Coaching atua nos grandes empreendimentos do setor gastronômico do estado e atualmente desenvolve um projeto de consultoria e de assessoramento com foco no atendimento a clientes.”

0 comentários:

 

Copyright @ 2013 Restauranter.