segunda-feira, 16 de setembro de 2019

PICANHA DE CARNE DE SOL

(4.405) O Restauranter:

PICANHA DE CARNE DE SOL


AS DIFERENÇAS ENTRE CARNE-SECA, CARNE DE SOL E CHARQUE


Você sabia que existe diferença entre carne-seca, carne-de-sol e charque?

Carne-seca, carne de sol, charque…Você certamente já ouviu esses nomes por aí. Todas essas carnes passam por um processo de salgamento, que é um dos métodos mais primitivos que existem para a conservação dos alimentos. Como não existia a refrigeração, a solução era conservar a carne com bastante sal.


CARNE-SECA


A carne-seca é a mais salgada entre as três, chegando a possuir 15% de sal. Ela passa por um processo de desidratação mais longo e muito mais intenso. As mantas de carne são empilhadas em ambientes secos para desidratar e depois são levadas ao sol para terminar de curar. Por conta da quantidade de sal e o tempo de cura desse processo, a carne-seca é menos úmida e dura mais que as outras.

Só fique de olho na hora de prepará-la. O ideal é deixar dessalgar por no mínimo 2 horas. Ela fica uma delícia preparada frita para comer com mandioca! Vale a pena experimentar também outras receitas com esse ingrediente: confira em as melhores receitas de carne-seca.

CARNE DE SOL 

Típica da região Nordeste, a carne de sol tem esse nome porque, antigamente, era desidratada exposta ao sol! Hoje em dia não é mais assim: acrescenta-se uma camada fina de sal ao corte bovino e, então, ele é colocado em local coberto e bem ventilado para a secagem. O tempo de cura é mais rápido, o que resulta numa carne mais úmida, macia e com menos sal. Ótima para ser desfiada e utilizada em escondidinhos deliciosos, como escondidinho de carne de sol com batata e creme de requeijão e escondidinho de abóbora com carne de sol.       

CHARQUE

Por último, temos o charque! Ele é típico do Rio Grande do Sul e seu processo de desidratação é bastante parecido com o da carne-seca. A diferença está na quantidade de sal utilizada: ela é bem mais salgada e fica com textura mais firme. O charque é preparado com carnes que com bastante gordura, geralmente os cortes dianteiros do boi. As peças são salgadas e levadas para descansar por um longo período. Depois da desidratação, a carne é levada para a secagem e fica por cerca de 10 dias. Com sabor mais intenso, o charque é excelente para deixar o seu feijão muito mais saboroso! Por aqui, vamos te ensinar a fazer carreteiro com charque.

A carne-seca fica uma delícia em receitas de escondidinho.

Restauranter

“Mauricio Goulart Ferreira mora em Palmas-TO desde 2000, Administrador com Pós Graduação em Coaching atua nos grandes empreendimentos do setor gastronômico do estado e atualmente desenvolve um projeto de consultoria e de assessoramento com foco no atendimento a clientes.”

0 comentários:

 

Copyright @ 2013 Restauranter.