segunda-feira, 27 de agosto de 2018

CONSERVA DE JURUBEBA

(4.149) O Restauranter:
 JURUBEBA

Falou em jurubeba a gente lembra de fígado doente - e está certo! A jurubeba é uma planta amarga, hepatoprotetora, aperitiva e digestiva muito conhecida, e usada, em todo o nosso território. É preciso ter atenção com as plantas dessa família, as solanáceas pois, apesar de muitas serem alimentícias e medicinais, muitas também são venenosas, mortais (folha de tomate, folha de batata, trombeteiras, tabaco, só para citar algumas mais conhecidas). Como são da mesma família têm “parecenças”, certo?

É preciso ter atenção com as plantas dessa família, as solanáceas pois, apesar de muitas serem alimentícias e medicinais, muitas também são venenosas, mortais (folha de tomate, folha de batata, trombeteiras, tabaco, só para citar algumas mais conhecidas). Como são da mesma família têm “parecenças”, certo?

A MEDICINA DA JURUBEBA (BENEFÍCIOS)

O uso medicinal da jurubeba é muito antigo - a garrafada ou pinga temperada com os frutos, para abrir o apetite, tratar do fígado, febres e depurar o sangue é obrigatória no sertão. Também se usa fazer o chá das folhas, bem-vindo quando o fígado sofre por sobrecarga de comida ou bebida.

Segundo o site de fitoterapia, a jurubeba tem as seguintes propriedades medicinais:

aperiente,
antiinflamatória,
carminativa,
cicatrizante,
colagoga,
depurativo do sangue,
descongestionante,
desobstruente do fígado e do baço,
digestiva,
diurética,
emenagoga,
estimulante,
estomáquica,
febrífuga,
hepatoprotetora,
hepatotônico,
laxante,
tônica.

Raízes e frutos são antidiabéticos, aperientes, desobstruentes, colagogos, antianêmicos, diuréticos, febrífugos, anti-hidrópicos, antidispépticos, amargos e tônicos.

As indicações da jurubeba e seus preparados, na medicina popular tem a ver com os tratamentos aos seguintes problemas de saúde:

abcessos internos,
acidez da secreção gástrica,
anemia ferropriva,
anorexia,
atonia gástrica,
azia,
bronquite,
catarro na bexiga,
cicatrização de mucosa,
cistite,
contusão,
debilidade,
diabete,
dispepsia,
ingurgitamento do fígado e do baço,
estômago,
erisipela,
febre intermitente,
feridas,
gastrite e úlcera péptica,
gripe,
hepatite,
hepatoesplenomegalia,
hepatopatia crônica,
icterícia,
impaludismo,
inapetência,
malária,
náusea,
reduzir acidez da secreção gástrica,
síndrome pós-hepatite,
tosse,
tumores abdominais e uterinos, úlcera.

Também é indicada, tradicionalmente, para tratar anemias, como tônica e descongestionante.

CONSERVA DE JURUBEBA
Ingredientes:
  • Jurubeba
  • Cebolas pequenas
  • Alho
  • Sal
  • Orégano
  • Vinagre
Coloque água pra ferver com sal a gosto, e depois que a água estiver quente (quase fervendo) coloque a jurubeba por 04 a 05 minutos para cozinhar. Escorra e deixe esfriar.
Em vidros esterelizados você vai adicionando uma camada de jurubeba, as cebolas pequenas, alho amassado, até completar o vidro, depois coloque o orégano e finalmente complete com vinagre.

Conserve na Geladeira

MAURICIO GOULART

“Mauricio Goulart Ferreira, natural do Rio de Janeiro, mora em Palmas - TO desde 2000, atuando nos grandes empreendimentos do setor gastronômico do estado e atualmente desenvolve um projeto de consultoria e de assessoramento com foco no atendimento a clientes.”

0 comentários:

 

Copyright @ 2013 Restauranter.