domingo, 2 de junho de 2013

PREPARANDO ARROZ INTEGRAL

(3050) O Restauranter:

PREPARANDO ARROZ  INTEGRAL

O arroz integral é assim chamado por ser menos manipulado após sua colheita, por esse motivo tende a ser mais duro.

O consumo de alimentos integrais é um ótimo hábito, pois eles contêm mais nutrientes e fibras, importantes para a saúde, em dietas de emagrecimentos e para diabéticos, pois os carboidratos complexos - diferente das versões "brancas" - não causam picos glicêmicos. Arroz de tipo Parboilizado mantém os nutrientes e o que acontece no arroz agulhinha (branquinho) demonstramos na tabela abaixo com os quantitativos dos nutrientes perdidos no processo de refinação.


Vitamina B1 (tiamina)         86%
Vitamina B2 (riboflavina)   70%
Vitamina B6 (piridoxina)    60%
Niacina                                 86%
Ferro                                    84%
Ácido fólico                         70%
Ácido pantotênico              54%
Cálcio                                  50%
Fósforo                               78%
Cobre                                  72%
Magnésio                            72%
Manganês                           71%
Biotina                                90% 


Fonte: Lesser Known Vitamin in Foods, J. Am. Diet. Assoc. 38-240-243, 1961.

Os manuais de cozinha alternativa não oferecem receitas de fácil execução e muitas vezes apesar de apetitosas, são complexas na hora da confecção. Depois de exaustivas pesquisas compilei esse roteiro prático que resultará numa refeição saborosa. 

Se você deseja mudar seu cardápio, incrementar ou dar um upgrade no existente, siga os passos abaixo e bom apetite. Para preparar um arroz integral de forma correta, que não fique do tipo "papa", nem duro ou parecendo alpiste, siga algumas dicas importantes. 

RECEITA:

Arroz Integral do tipo Agulhinha Manchado - RESULTADO ÓTIMO
Arroz Integral do tipo Agulhinha Branco - RESULTADO ÓTIMO
Arroz Integral do tipo Cateto - RESULTADO "PAPA".

Ingredientes:

• 1 copo de arroz integral tipo agulhinha
• 2 ½ copos de água fervendo
• Temperos (cebola picada e/ou alho amassado)
• ½ colher de sobremesa de sal (no caso do sal, quem manda é o gosto do “freguês”, por isso, acrescente a quantidade ideal para o seu paladar)

Modo de Preparo:

Numa panela coloque o arroz (lave e deixe escorrer) junto com os temperos. Acenda o fogo e num processo de torrar grãos vá mexendo o arroz até ficar seco (não é necessário acrescentar óleo). Acrescente água fervente por cima do arroz e coloque no fogo baixo, tampe a panela parcialmente e deixe cozinhar até que a água seque. Quando estiver com algumas bolhas por cima, você pode desligar o fogo (Após mais ou menos 20 min, a água terá secado) e terminar de cozinhar com o método do abafamento (sem fogo) e com a panela tampada. Depois de cozido coloque um pouco de azeite de oliva por cima.

Para variar sabores, pode-se acrescentar: pimentão do tipo colorido (cozinhando junto) ou acrescentar cenoura ralada ou ainda usar cheiro verde picadinho ( no arroz depois de cozido). Num pós preparo podemos enriquecer o arroz adicionando castanha do Pará triturada ou gersal.

DICAS:

· Como a digestão do arroz integral é mais lenta, ele faz a pessoa se sentir saciada por mais tempo, por isso ajuda a emagrecer.
· Ele realmente não vem com aquele pó, o amido que vai embora quando a gente lava e garante arroz soltinho.
· Se quando a água secar você notar que passou do ponto de cozimento não tampe a panela nos minutos finais ( retire a tampa para o vapor dissipar ).
· Cem gramas de arroz integral tem 348 calorias, contra 346 calorias do arroz branco.

MAURICIO GOULART

“Mauricio Goulart Ferreira, natural do Rio de Janeiro, mora em Palmas - TO desde 2000, atuando nos grandes empreendimentos do setor gastronômico do estado e atualmente desenvolve um projeto de consultoria e de assessoramento com foco no atendimento a clientes.”

0 comentários:

 

Copyright @ 2013 Restauranter.